quarta-feira, 29 de outubro de 2008

Eu amei as estrelas

Eu amei as estrelas por ter medo da escuridão...

Tudo que consegui com este medo foi aprender a amar... Amar tudo que está aminha volta. Amar os lugares por onde passo, por ter a oportunidade de deixar um pouco do meu próprio mundo.

Amar as pessoas por mais difíceis que elas sejam, pois elas têm muito a nos ensinar, e sempre acrescentam algo de importante a nossa vida.

Amar a noite e tudo que há na noite: a lua, as estrelas, a própria escuridão e os sonhos;
Amar o dia com todas suas tribulações e realidades...

Não me cansar de amar. Amar sempre, mesmo quando tudo diz que não se pode amar mais... Amar... Amar sem esperar que nos ame; amar pela complexa simplicidade do amor...

E só assim conseguiremos se amados também.

2 comentários:

Thaísa disse...

Descobri no escuro da noite que os fantasmas existem e mesmo assim não os temo, na verdade os amo, pois me fazem companhia.... não uma má companhia, pelo contrário, me fazem pensar, refletir, sonhar, acreditar que mesmo com um dia badalado de problemas ainda sou maior que todos eles. Ame os fantasmas, eles não querem o nosso mal. Adorei o texto, e com certeza continuo apaixonada pelas estrelas, pois elas brilham no escuro do céu!!!!!!!!!!

Marcos Freitas disse...

Amar é a maior das virtudes, pena que o Mundo ainda não aprendeu esse bonita lição.