quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Sem resposta...


É um coração que se abre ao toque da saudade, resto do passado que ainda ao consegui por no lixo, pois, se eu os jogar no fora vai também meu viver.
Um coração marcado a ferro e fogo, livre por opção e escravo para sempre de uns olhos que vejo de longe. Imposição que eu não quis, mas abraçou-me.
Encontro agora no alto do horizonte palavras para segurar a barreira que construo dia após dia para conter meu sentimento por ti.
Sentimento quando é dado jamais pode ser tomado... Vivo agora às margens da estrada esperando lhe ver passar e assim abandonar-me de olhos rasos no canto esquerdo da cama onde até um desses dormia imóvel sobre o cheiro do seu perfume...
E nessas horas eu vejo que ao preciso mais de uma tatuagem, pois, você está gravado em mim.

Um comentário:

Cerridween's disse...

pois é, rsrssrrs
tatuagens,rrsrs